fbpx

Blog

Assessoria de imprensa o que é?

Assessoria de imprensa o que é?

É responsável pelo bom relacionamento com a mídia e o público

Assessoria de Imprensa é responsável pelo fortalecimento de uma marca ou pessoa através da imprensa e de recursos digitais que chegam diretamente ao receptor.

“Você já sabe, mas não custa lembrar” que as mídias tradicionais passaram e passam por grandes mudanças e perderam adeptos. Principalmente em relação a queda do números de leitores de impressos. Em contraponto, outros recursos vêm ganhando força, são blogs e as redes sociais. Que viraram fonte de informação e com isso, a assessoria de imprensa deixou de ser, exclusivamente, o meio de gestão de relacionamento entre pessoa/entidade/empresa/órgão público e a imprensa.

Por outro lado, no novo cenário, a assessoria de imprensa associou-se mais ao Marketing do que ao jornalismo propriamente. Ela deixou de ser somente uma ferramenta do gestão de imagem para nortear a gestão de Marketing.

Para que uma assessoria de imprensa tenha bons resultados é preciso definir um trabalho contínuo comprimido com datas e horários de postagens e envio de informações seguindo um check list diário. Essa frequência permite criar um vínculo de confiança com os veículos comunicação e sociedade, constituindo uma imagem positiva, isso irá transformar o assessorado em referência nos assuntos tratados.

Assessoria de imprensa – Como se faz:

Primeiramente quem deve estar bem posicionado é o assessor (a). Então se não existir um Briefing, faça um com urgência e aprove com o assessorado. Nele defina quais são os temas de interesse, palavras chaves boas e ruins. Riscos e oportunidades, pontos fortes e pontos fracos, enfim, uma matriz SWOT e análise de mercado completa para possíveis crises.

Conhecer o Target, ou a persona – o assessor de imprensa deve ter muito claro o desenho do seu público para elaborar estratégias específicas (quanto mais personalizadas melhor). Quem é o público, lugares que frequenta, com quem se relaciona, o que gosta, enfim…

Depois a palavra mais vista é CHECK LIST, os “virginianu pira”. Isso por que a assessoria de imprensa condensa uma série de tarefas que devem ser repetidas diariamente. Além disso, o assessor deve carregar no bolso uma agenda Settings, que são datas importantes e temas lincados a cada uma delas.

O planejamento de mídia é mais um guia para carregar no bolso, definir o mapa de mídias personalizado (rádio e TV, site, redes sociais) e quais estratégias e linguagens que serão usadas em cada uma. Identificar constantemente espaços e ações de divulgação de forma estratégica, sempre detectando o que é de interesse público e o que é de matéria jornalistica. Cada release, artigo, nota produzidos devem usar linguagens adequadas com a mídia na qual será publicado e o público pretendido, colaborando com a compreensão da sociedade com o conteúdo difundido.

E mais, muito mais, pensar e promover ações conforme pautas. Isso envolve eventos, campanhas, relacionamento, coletivas de imprensa, gestão de respostas. Criação e produção de conteúdos (textos, videos e cards), a imaginação é o limite!!!

Jornalismo Multimídia

Atualmente não existe mais uma assessoria competente sem profissionais multimídia. O multimídia é o “recheio” digital.

O que é um multimídia?

De acordo com a definição da Wikipédia, Jornalismo Multimídia é o jornalismo praticado na internet. Mas, na prática, é muito mais que isso.
Antes de qualquer coisa, é preciso entender que o jornalista multimídia é um profissional diferenciado. Um ‘super jornalista’, para muitos. Geralmente, é alguém que precisa lidar com diferentes tipos de mídias e linguagens, dominando idioma e tecnologia, e sendo rápido, claro e conciso.

A maior diferença com relação ao jornalismo convencional é que, neste último, existe uma visão ‘vertical’ dos fatos, ou seja, a informação e a pauta vêm de cima, do próprio jornalista, que determina o que será consumido e comentado pelo público-alvo. Com a internet, a relação entre o ‘público’ e o ‘publicado’ muda. O leitor (ou internauta, ouvinte, espectador) passa a ser peça determinante no conteúdo produzido.

Os desafios do jornalismo

Entre os muitos desafios do jornalismo multimídia, o maior é fazer com que um único produto de determinado formato funcione em todas as plataformas, aplicando-se as técnicas transmídia ou crossmídia. Isto é, o conteúdo, mesmo que seja o mesmo, tem de ser apresentado em linguagens distintas. Outro desafio importante é fazer com que este produto seja consumido por mais gente a partir de republicações por determinado grupo, ocasionando o efeito viral da internet.

Depois disso, devemos saber trabalhar cada vez melhor com as comunidades e o público-alvo em geral. O que os interessa? E como fazer para que esse interesse também chegue para o público. Essa interatividade acaba afetando diretamente a rotina de trabalho de uma redação multimídia. A análise do que vale e o que não vale, comum em qualquer redação, continua presente. Porém, com o retorno diário ou em tempo real do produto publicado na internet, podemos ter um conhecimento melhor do que o público-alvo quer.

O multimídia é o profissional da comunicação se reinventando, mas sem perder o olhar jornalístico que o caracteriza, esse sempre será um diferencial no mercado. O desafio é deixar de ser apenas jornalista e tornar-se um profissional de comunicação no sentido amplo da palavra, mas sem nunca perder sua essência.

Leave a comment

WhatsApp Chama ae