fbpx

Blog

Ecommerce – modelos de negócios

Ecommerce – modelos de negócios

O que é Ecommerce

Nada mais é do que um enorme shopping online. Hoje esse mercado é tão amplo que é possível encontrar de tudo. Imagine e encontre na internet, é com essa agilidade que esse mercado está evoluindo, na velocidade do pensamento. Não tenho dados para essa afirmação, foi apenas uma analogia, nem tão exagerada. Vamos ver alguns modelos de negócios mais populares.

As plataformas da internet, por sua vez, automatizam cada vez mais o processo de compra para facilitar a venda. Diversas ferramentas são usadas, principalmente em parcerias com bancos e cartões de crédito. Enquanto isso o Marketing oferece várias técnicas que podem alavancar  o seu negócio.

Vamos ver alguns exemplos de modelo de negócios:

Growth Hacking pensando fora da caixa

O Growth Hacking é a experiência baseada na experiência. Uma forma de trabalhar o crescimento do seu negócio com base em melhores práticas construídos a partir de hipóteses e experimentos.

Também conhecido como Marketing da experimentação, atualmente muito utilizado por Startups. Lembram quando o Uber chegou ao Brasil (o mesmo vale para Cabify e 99). Todos os dias era um novo código promocional e quando você entrava no carro era balinhas, e água e brindes de todos os tipo e parceiros patrocinadores. Essas são técnicas para atrair Clientes (ou leads) e feedbacks. Você já deve ter visto milhares de vezes coisas do tipo “faça seu cadastro e obtenha vantagens”. Nesse cadastro a empresa retém seus dados para usá-los em próximas campanhas. Ou então, “avalie e ganhe pontos”, boas avaliações em APP atraem atenção de mais clientes.

Agora que você tem essa informação, observe no seu dia a dia quantas vezes você recebe propostas por gatilhos como esses. E mais, quantas vezes você fica mais propenso a comprar depois que experimenta?

Então, quando você pensar: “Oba brinde!” Lembre-se que no final da jornada de compra é você mesmo que paga o brinde. Do mesmo lado está você empreendedor. Quando o cliente tem consciência desse processo fica tudo mais transparente nessa relação.

Dar um brinde em troca de um cadastro é uma forma diferente de pagamento. É informação como moeda de troca. Dessa forma, deixe claro para o usuário que ele está fazendo essa troca, uma vez que nem todos as pessoas tem conhecimento desse sistema ou sobre como funcionam algoritmos.

 

O modelo Marketplace

É uma plataforma de varejo que disponibiliza produtos de diversos vendedores (marcas) em um único ambiente virtual. No modelo de negócios do Marketplace a palavra chave é diversidade. A atividade dessa plataforma é divulgação e controle de qualidade.

É pagar uma comissão e o Marketplace faz a venda para você. Isso representa uma ótima opção para pequenos varejistas, porque demanda de baixo custo de manutenção de plataforma, divulgação/marketing e de equipe.

Vejamos alguns dos mais conhecidos: Americanas, Shoptime, Walmart, OLX, Mercado Livre, Bom negócio, entre tandos outros não tem dia e nem horário para vender. O Facebook também tem um Marketplace bem funcional.

O Uber é um tipo de Marketplace, ele oferece serviço de transporte mas não é dono de nenhum carro e nenhum motorista é seu funcionário. O IFood, plataforma de comida, muitos restaurantes fazem vendas delivery, muita produção nem tem restaurante. Você olha as fotos da comida e pede pelo APP e seu jantar aparece na sua porta.

Como montar uma plataforma e-commerce?

Sobretudo, uma série de detalhes de suma importância entram nessa jogada. Antes de começar é preciso verificar formas de pagamento e contratos com bandeiras de cartão de crédito, emissão de nota fiscal e garantias e a integração da venda com o estoque.
Existem plataformas prontas que são excelentes para começar, a melhor delas, segundo a minha pesquisa é o Woocommerce, é uma plataforma pronta super em conta e integrada ao WordPress.

Como saber a opinião do cliente?

Você deve criar o seu sistema de análise. Existem uma serie de ferramentas, o próprio Google oferece ferramentas, como já falamos, o analytics, o trends e as métricas das redes sociais.

Mas é muito importante fazer pesquisas, encontrar uma forma de receber o feedback dos clientes. Você pode perguntar de diversas formas, uma delas é  pesquisa de intenções ou satisfação. Crie um questionário, eu gosto muito do SurveyMonkey. Você pode enviar em múltiplas plataformas. No final a ferramenta te dá um gráfico.

Dá uma olhadinha lé nos questionários do Google também, estão bem simplificados.

E lembre-se, feedback são histórias, tenha sensibilidade e boas vendas!

Por: Karine Hasse

Leave a comment

WhatsApp Chama ae