fbpx

Blog

Quando criar as redes sociais?

Quando criar as redes sociais?

A hora de criar as redes sociais é quando você já tem uma estratégia construída

Até aqui já criamos uma quantidade considerável de conteúdo. Então, está na hora de entrarmos para as redes sociais.
Incluir as redes sociais na estratégia de marketing é imprescindível. Além do mais, muito eficiente, porém, é preciso um planejamento.
Muitas pessoas pecam em criar imediatamente as plataformas sociais sem planejamento. Elas são tentadoramente fáceis de criar, acessar e de gerenciar e por isso, muita gente saí criando perfil. As plataformas estão cada vez mais automatizadas, elas dão o passo a passo de foma bem simples. Ao criar o perfil no Instagram ele já cria o domínio no Facebook, por exemplo. Eles estão totalmente conectados, o que é ótimo para estratégias crossmedia.

O site é o carro chefe

Eu optei em começar pelo site, ele é o carro chefe, a partir dele posso buscar o conteúdo no modo-atemporal. Deixo ele como a plataforma de base, onde estão as informações em detalhes, uma vez que as redes sociais tem caráter mais “clean” com informações rápidas o site tem as informações completas. E já que todas as redes devem estar conectadas, as redes mandam o link para o site para quem deseja saber mais.
Nas vistas do Google, as plataformas mais importantes são o site da empresa e a página do youtube, que são geradores de conteúdo de pesquisa.

O que postar?

O que for interessante para o seu público alvo.

Se for buscar por seguidores, vá nos nichos semelhantes. Optei por replicar assuntos do site, usando alguns macetes de gifs e memes, intercalando com post de conteúdo e frases que destaquei. Também usei o Canva para produzir artes padronizadas com cores padronizadas por assuntos. Mas as redes sociais são o melhor espaço para você testar. Use as métricas da ferramenta para ver o que está dando certo. Em uma semana não alcancei 100 seguidores no Instagram, mas estou apostando na minha estratégia de postar conteúdo primeiramente e depois buscar os nichos e interagir com eles. Quero estruturar meu feed antes de mais nada, seguir meu roteiro de conteúdos para depois impulsionar. Tenho muito conteúdo na fila de espera ainda. Mas essa é a minha estratégia, não significa que dará certo, mas acredito nela dando retorno a longo prazo.

Quais redes escolher?

Sobretudo essa é uma decisão sua! Primeiramente você tem que decidir o que está disposto a fazer e onde está o seu nicho. Se o seu público está no Facebook, você deve estar lá, mas esteja de boa vontade! Aqui é imprescindível você pensar com carinho na sua PERSONA, onde ela vai, do que ela gosta, que conteúdo é relevante pra ela.

Facebook 

Há um mito de que o Facebook irá deixar de existir. Que as pessoas estão abandonado esta rede e  migrando para outras, principalmente para o instagram. MITO! O fato é que o Facebook continua sendo a maior rede social da internet. O que muda é o gosto dos usuários. Atualmente a maioria dos usuários usa a plataforma para entretenimento. Nesse caso, se sua empresa deseja ter sucesso nesta rede, adapte-se a essa informação. Se necessário, transforme o seu conteúdo em algo engraçado, que seja atrativo sem perder as suas características de engajamento. Há uma série de aplicativos que te ajudam a criar posts com memes, com frases criativas, imagens atrativas. A única regra é entregar ao seu público o que ele quer.

Instagram

O instagram é uma rede relativamente nova. Muita coisa mudou desde o início, hoje ele pertence ao Facebook. Mas a principal característica continua sendo a instantaneidade, tanto que área mais acessada é os stories, onde as pessoas mostram o que está acontecendo em tempo real. Isso também requer uma produção diária de conteúdo para abastecer o seu público. Não precisamos repetir a palavra criatividade né? Isso por que é preciso criar um diferencial sempre, vamos lembrar que milhões de pessoas estão criando conteúdo nesse exato momento. Todos são seus concorrentes, seja atrativo!

Linkedin

É a maior rede social voltada para relacionamentos profissionais do mundo. Além de um excelente banco de currículos e empregos é um excelente Networking corporativo, marketing pessoal e troca de informações profissionais. Estima-se que o número de perfis ativos passa de 300 milhões, incluindo as empresas. É preciso ter uma presença relevante nessa rede para manter a redes de contatos aquecida.

Pinterest

O Pinterest é uma rede social que serve para compartilhamento de imagens e inspirações. Dependendo de qual for o nicho do seu negócio ela pode ser uma ótima plataforma de divulgação. Os principais perfis são de moda, beleza, artesanatos, decoração, fotografias, viagens, e uma infinita série de incentivos criativos. Se vale a pena estar nessa redes? Se você estiver nessas categorias, vale sim!

Twitter

O twitter é um microblog muito opinativo, um excelente canal de comunicação. Atualmente muito utilizado pela imprensa e formadores de opinião. É uma ótima plataforma para se informar de maneira resumida em 140 caracteres. É no twitter que são postadas as notícias em primeira mão, já que não necessita de dados mais apurados. A grande maioria dos posts traz um link para o usuário buscar mais informações.

Youtube

Segunda maior plataforma fonte de busca na internet. Responsável pela maior parte das pesquisas “como fazer”. O Youtube é também a maior plataforma de engajamento, uma vez que, comumente o usuário permanece nos vídeos por mais tempo. O Brasil já é o segundo país com maior tráfego no site. O Youtube é parceiro do Google o que lhe poe em uma condição muito favorável de engajamento.

Watsapp

Sem duvida a rede mais usada no mundo, o whatsapp é responsável pela troca instantâneas de mensagens, permitido compartilhar fotos, videos, áudios e localização em tempo real. Muitas pessoas usam grupos e listas de transmissão para divulgar conteúdo o que dá muito retorno, porém é preciso ter muita cautela com a frequência de envios para não perder o interesse dos leeds. Uma das alternativas é criar um link de acesso no site para que as pessoas peçam para ser cadastradas e não ao contrário. Fiz aqui no testando ferramentas, é só clicar ícone no cantinho superior direito da página e falar comigo no Whatsapp.

Quando é hora de anunciar?

Você pode optar por trabalhar e ir construindo aos poucos as suas redes, ou anunciar e deixar que as plataformas façam isso por você. É agora que eu repito AQUI que o conteúdo é muito importante. Anunciar sem ter uma plataforma montada com conteúdo relevante pode dar um resultado imediato. Mas logo os seguidores podem perder o interesse caso não haja uma sequência de conteúdo da mesma linha do anunciado. Então, para iniciar sem sair gastando seu dinheiro, construa uma estratégia, marque bem suas palavras chave com hastags, localização e parceiros.
Vamos voltar a esse assunto algumas vezes aqui, com dicas do que testamos e o que dá certo ou não. Trocamos experiências, que tal? Você me conta e eu te conto, combinado?

Trends para redes sociais, faz sentido?

Talvez a parte mais divertida da utilização do Google Trends no Inbound Marketing seja para capturar insights de publicações em redes sociais. Na minha visão, as principais funções do Google Trends são verificar o interesse das pessoas e a sazonal de popularidade dos termos que preciso usar na minha estratégia Inbound.
Então, se hoje eu preciso melhorar meus resultados de engajamento e visualizações das minhas publicações, o que eu faço? Uma dica legal é abrir o Google Trends e investigar os termos mais populares do momento.
Parece óbvio, mas poucas pessoas atrelam às suas publicações a uma fonte confiável, mais precisa do que  popular. Comumente a base é aquilo que parece popular por que aparece em seu círculo social. Fazendo a busca precisa do Trends, você aumenta as chances de ganhar seguidores qualificados.

Inbound

Se você, trabalha com Inbound Marketing e atende clientes de diversos segmentos, não poderá usar a mesma estratégia de engajamento para todos eles, certo?

Lembra do Inboud Marketing? É aquele da atração através de conteúdos relevantes na plataforma principal (blog, pagina, podcast, vídeos, e-book, newsletter, entre outros). O inbound visa otimizar o seu negócio para que os clientes venham até você a partir do conteúdo gerado e não o contrário.

Gatilhos mentais

Tenha bom senso! Evite exageros, nada de conteúdo apelativo ou sensacionalista, isso pode ocasionar até um bloqueio da sua conta. Existem diversas técnicas para você ser “chique sem ser vulgar”.

Crie campanhas – Boas práticas – Vá em objetivos específicos, como gerar leeds em seu site. Segmente, rastreie as pessoas que já te visitaram e crie anúncios só para elas, quanto mais personalizar suas campanhas melhor. Pense que o cliente quer se sentir único, não te preocupe tanto com quantidades de curtidas e sim em conversões.

 

Teste AB

O teste AB refere-se ao experimento de duas estratégias bem semelhantes, exceto por uma abordagem diferente no tom do texto, um detalhe diferente no layout, uma cor, um horário, uma localização, um target. É mais comum testar em anúncio, serve para ver qual abordagem dará maior engajamento e serão importantes para decisões futuras.

O teste AB é importante para a tomada de decisões baseadas em números e dados concretos que irão facilitar a definição de metas para otimizar campanhas.

Como saber se estou tendo conversão?

É preciso estar olho no concorrente, sempre. Não é fazer o que ele faz, mas sim, perceber como o público dele se comporta a cada ação que ele realiza. Tenha um termômetro, essa ferramenta AQUI te ajuda a analisar as palavras chave dos anúncios mais lucrativos dos concorrentes. O Neil Patel, que eu gosto muito, tem uma ferramenta bem legal para o monitoramento de redes sociais, mas a forma mais precisa são as estatísticas de dentro da sua redes, observe o SEU público nos seus posts. Use as métricas do Google, veja pelo Google analytics.

O que medir?

Você precisa medir sua audiência. Bom empreendedor é sempre um bom observador, você deve observar as visitas nas suas plataformas, likes, quais post e páginas mais visitados, com maior engajamento, a taxa de rejeição, o tempo de permanência no site, fontes de tráfego, de onde vem os novos usuários, dados demográficos. Produtos que mais convertem, os que menos convertem, assuntos mais clicados, ticket médio, enfim, o analytics oferece uma gama completa daquilo que você precisa saber.
Com tudo isso você também consegue ver muito claramente o que o mercado espera de você. O seu conhecimento e as fontes. Sua experiência e como você sabe usar as ferramentas e sobretudo, as suas atitudes, mostre-se bom empreendedor, seja adaptável, otimista e esteja sempre pronto para escutar e aprender.

No próximo post vou trazer as contribuições do evento do “Impulsione com o FACEBOOK” que aconteceu neste dia 29 de junho na Sogipa em Porto Alegre. Fique atento aqui no site! BY, até a próxima! 

Leave a comment

WhatsApp Chama ae